Livros

Small Caps – Uma análise das oportunidades e riscos das small caps e das tendências econômicas mundiais das próximas décadas

livro_small_caps_size_300

Este livro tem como objetivo fazer uma contextualização das oportunidades e riscos das small caps e das tendências econômicas mundiais das próximas décadas, com destaque para o aumento da importância econômica e política dos países que compõem o BRIC e o N-11 (do inglês, Next Eleven) que são um conjunto de onze países identificados pelo banco de investimento Goldman Sachs como de grande potencial para estar entre as maiores economias do mundo junto com os BRICs. Em termos gerais, as small caps tendem a crescer em números absolutos e importância com o amadurecimento do mercado de capitais. A abertura de capital através de um IPO passa a ser uma alternativa viável para obtenção de recursos para capitalização de pequenas empresas para investimento nos negócios e expansão. Historicamente os maiores retornos em ações vieram de investimentos em small caps. Algumas empresas cresceram e se tornaram líderes em seus segmentos e até deixaram de ser classificadas como pequenas. O desafio para todos é entender as tendências econômicas e sociais mundiais para identificar estas empresas antecipadamente.

Clique aqui e veja como foi estruturado os capítulos do livro


Aprenda a Analisar e Investir em Ações na Bolsa de Valores Usando Análise Gráfica e Fundamentalista

Muito já se escreveu sobre os métodos de Análise e Investimento em Ações, mas nenhum texto consegue ser didático o suficiente para fazer um investidor iniciante aprender e aplicar tais métodos de imediato. Para execução dos exercícios é utilizado o MS Excel.

O Mercado de Capitais é mais ativo, quanto mais desenvolvida é uma economia, o que se traduz em mais oportunidades para as pessoas, empresas e instituições aplicarem suas poupanças. A principal função do Mercado de Capitais é aproximar os dois agentes do mercado: o poupador, que tem excesso de recursos, mas não tem oportunidade de investi-los em atividades produtivas, e o tomador, que se encontra em situação oposta. Assim, os mercados viabilizam o aproveitamento das oportunidades em toda a economia.

Clique aqui e veja como foi estruturado os capítulos do livro


Excel Avançado 2003/2007 – Forecast – Análise e Previsão de Demanda 

Estudos divulgados pela APICS (American Production and Inventory Control Society) e no Journal of Business Forecasting apontam ganhos maiores de dois dígitos (acima de 10%) na redução dos níveis de estoques, produto em processamento, produto acabado. Em contrapartida, aumento nos principais indicadores de nível de serviço, como resultado da utilização de técnicas de previsão mais adequadas para cada situação.

Clique aqui e veja como foi estruturado os capítulos do livro

Clique aqui e veja a animação do CD-ROM


Aprenda a Analisar os Impactos das Crises Financeiras nas Empresas – Da Teoria à Prática com Exemplos

Durante os últimos trinta anos, uma onda de inovação remodelou a maneira como os mercados funcionavam, mas a extraordinária complexidade e opacidade das finanças modernas tornaram-se tão intensas que superaram a capacidade de compreensão da grande maioria, incluindo as autoridades reguladoras. A compreensão das origens e consequências das crises financeiras é fascinante não apenas pela sua recorrência, mas também pelo efeito que causa sobre o bolso “dinheiro” de todos afetados por elas. As crises em geral surpreendem a grande maioria, como resultado de bruscas mudanças de sentimento: da euforia da ganância para o medo. Assim o livro é concebido de forma a trazer um resumo histórico das crises financeiras e os aspectos comuns presentes em todas elas, junto com uma revisão conceitual de macroeconomia e estatística de forma a permitir a execução passo a passo de exemplos de análises.

Clique aqui e veja como foi estruturado os capítulos do livro 


Faça Fortuna diversificando seus Investimentos em Bolsa de Valores e Renda Fixa – Teoria de Carteira – Sobreviva às Crises Financeiras

O livro foi escrito com base em exemplos reais antes do agravamento da crise de 2008. Em qualquer composição de carteira que o investidor tivesse escolhido, com base nos critérios sugeridos de seleção de papéis e metodologias de definição dos pesos na composição da carteira, ele teria obtido retornos melhores que o mercado. Com o Modelo de Elton-Gruber, por exemplo, se conseguiu em 58 meses mais que o dobro da rentabilidade do mercado, retorno = 243,2%, com um risco menor que o mercado, beta = 0,93. Os dados pararam de ser atualizados em Out/2010 em função do tempo da aplicação dos modelos na seleção dos ativos e da necessecidade de revisão da composição da carteira, para um investidor isso deve ser feito em períodos pré-definidos de acordo com o objetivo dos investimentos.

 Clique aqui e veja como foi estruturado os capítulos do livro

You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta